Cabelo masculino degradê: O estilo moderno e versátil

Você quer um corte que combine tanto para o trabalho quanto para os momentos de lazer? O cabelo degradê ou fade hair é uma das opções mais modernas e versáteis para todas as ocasiões.

Cabelo Masculino - 20 de dezembro de 2016 - Cortes de cabelo

corte de cabelo masculino degradê

Além de estar na moda já faz algumas temporadas, o cabelo degradê masculino é um dos cortes mais ecléticos que existem na atualidade. Combina com todos os tipos de cabelo e possibilita manter um visual mais social, durante a semana sem perder a sua originalidade nos dias happy hour. Fácil amar né?

Nós mencionamos alguns dias atrás que o corte em degradê (ou fade hair como diz na gringa) é uma das tendências em cabelos masculinos para 2017 justamente por ser versátil e combinar com a vida corrida que nós, pobres mortais ou não, costumamos ter.

Pra mostrar como isso não é mentira, a alguns anos publicamos aqui no blog uma matéria que falava em como utilizar um cortes de cabelo e variar o penteado para diversas ocasiões. Não é à toa que usamos muito a palavra versatilidade pois é exatamente o que a maioria dos homens procuram em um corte de cabelo. Sair da mesmice e mesmo assim conseguir manter uma boa aparência tanto no trabalho quanto na vida social é o ideal para qualquer um.

Quatro penteados diferentes com apenas um corte de cabelo

Quatro penteados diferentes com apenas um corte de cabelo.

Cabelo masculino Degradê – Como é feito o corte?

Cabelo cortado em degradê segue um princípio bem básico que é o comprimento das laterais. Começa-se na base do cabelo com um comprimento pequeno (geralmente cortado à máquina) aumentando progressivamente/gradualmente até o topo da cabeça.

No corte degradê as marcações são mais suaves e não pode ser confundida com o undercut. No corte undercut nem sempre o comprimento progressivo é seguido nas laterais, o que proporciona um visual bem marcado e dividido lateral com o topo da cabeça.

Para fins didáticos, abaixo pode-se ver como é feito o corte na prática.

Créditos: Real Baber TV

O corte possui algumas alturas básicas que devem ser usados de acordo com o seu formato de rosto e também o formato das linhas da cabeça. Os mais usados são o degradê baixo, médio e o alto. Isso já dá uma tremenda gama de opções para quase todos tipos de cabelo.

Degradê baixo

A altura do degradê na lateral não é tão alta, ficando na maioria das vezes até a altura ou ultrapassando a linha da orelha. Geralmente fica mais marcado do que os outros tipos de degradê justamente por não ter espaço o suficiente para a escala progressiva de comprimento. As vezes fica parecendo até um intermediário do cabelo undercut.

Cabelo com degradê baixo.

Degradê Médio

Semelhante ao anterior mas como o nome já diz, a linha mais curta (quase zero) sobe um pouco mais e o degradê é mais visível no resultado final do corte.

Fade médio.

Degradê alto

A parte raspada (ou quase zero) vai até bem perto do topo da cabeça onde os fios são mais longos. Mesmo se você preferir que a lateral não fique tão curta, mesmo assim ainda dá para fazer o degradê, basta haver uma progressão até o topo.

Degradê alto

Degradê clássico ou moderado – Taper fade

Esse corte é o fade clássico sem marcações e que também pode-se fazer com a tesoura e com algumas aparadas à máquina. O comprimento é progressivo e finalizado com um corte com franja ou estilo Quiff. David Backham usou muito esse corte de cabelo.

Veja também >> Principais penteados masculinos para 2016

David Beckaham usando o corte de cabelo taper fade clássico.

Degradê sem uso de máquina ou Scissor fade

Ideal para quem prefere um visual clássico, o fato de não usar a máquina para aparar as laterais ajuda a deixar o corte mais natural. A comprimento das laterais é maior do que o clássico, entretanto o efeito progressivo da base ao topo permanece, apesar de mais discreto.

Fade clássico sem o uso de máquina.

Quem tem os cabelos ondulados e cacheados, esse é um corte que está entre as principais tendências em cabelo masculino para 2017. É para apostar sem medo!

Veja também >> Cabelo masculino social: O clássico que é para todos!

O “pulo do gato” do cabelo degradê masculino

Se a praticidade conta muito quando se escolher um corte de cabelo, o aspecto funcional também soma muito pontos na escolha deste estilo. Alguns formatos de rosto se beneficiam muito, o que torna o corte degradê um facilitador para equilibrar as linhas do rosto, deixando o seu visual mais harmônico. É o tal do visagismo que se houve tanto falar nos últimos anos e que você pode ver a descrição bem detalhada aqui.

O formato de rosto redondo por exemplo, vai se dar muito bem com este corte devido ao comprimento das laterais. As laterais quase raspadas e progressivas até o topo proporcionam um alongamento das proporções da cabeça, “quebrando” o visual redondo.

Já para quem tem o rosto muito alongado, prefira o degradê curto/médio, o médio na altura das orelhas para topo da cabeça, para diminuir a sensação de rosto comprido.

Concluindo

Para quem estava na dúvida sobre qual corte de cabelo deveria apostar, esse é um dos estilos adaptáveis e versáteis e sem dúvida deve permanecer por muito tempo entre os cortes mais pedidos dos salões.